<%@LANGUAGE="JAVASCRIPT" CODEPAGE="1252"%> Ricardo Amadasi - Comentários

Artista faz sonho virar escultura

O escultor argentino Ricardo Amadasi mostra 25 peças na Galeria Arte aplicada, todas elas baseadas em sonhos

Maria Angélica Ferrasoli - Jornalista

O artista plástico argentino Ricardo Amadasi, residente em São Bernardo , não acredita que o sonho acabou. Pelo contrário. Durante um ano, Amadasi deu forma às figuras oníricas com os quais convivia à noite. Uma experiência surpreendente, transformada num trabalho que sintoniza-se com o momento atual, de confusão e perda de valores individuais.

“A possibilidade de sonhar tornou-se uma necessidade, um refúgio, assim como acreditar nos próprios sonhos. O sonho não só acabou nãocomo se mantém vivo e atual”. Para criar suas peças, Amadasi tratou de resgatar o que a memória lhe devolvia da noite anterior. Segundo o artista, a atividade exigiu treinamento, garantia de que o sonho não seria esquecido.

“A lembrança vinha com uma clareza excepcional, tanto que eu ficava o dia todo modelando as figuras, após selecionar os meus sonhos” – conta.

As 25 esculturas figurativas são feitas em resina e poliéster. Algumas representam corpos ou pedaços entrelaçados a outras formas. O tamanho das peças varia de entre 50 e 70 cm . O preço oscila entre 600 e 1.500 dólares.

Trecho do texto de Maria Angélica Ferrasoli

Consulte Artista faz sonho virar escultura - Diário do Grande ABC, 6 de maio de 1993

<< Voltar