<%@LANGUAGE="JAVASCRIPT" CODEPAGE="1252"%> Ricardo Amadasi - Comentários

Painel de artistas pela paz

Everaldo Fioravante - Jornalista

O assassinato do prefeito Celson Daniel, também repercutiu no meio cultural.Tanto que artistas de São Paulo, e sobretudo do Grande ABC, formaram o Movimento Artistas Cidadãos, que realiza atividades tendo como foco a luta pela paz.

Hoje a partir das 10h, artistas plásticos do Grande ABC instalam no saguão do teatro Municipal de Santo André um painel criado coletivamente e instalado tributo a paz . Cada um elaborou uma obra com uma cidade da região como tema – os artistas tem relação com os respectivos municípios. Os trabalhos foram unidos e resultam em um painel de 1,60m x 1,60m.

Ricardo Amadasi, escultor argentino morador do Riacho Grande e assessor de artes plásticas do Departamento de Cultura de Diadema ficou com Diadema. O conceituado litógrafo Roberto Gyarfi, o alemão, tratou de Santo André. Veterano cenógrafo da cia Vera Cruz, e também pintor,o italiano Pierino Massenzi enfocou São Bernardo, Tina Salgado tratou de Mauá, Tony Gonzagto de São Caetano, Emerson Roberto, de Ribeirão Pires e Regina Nascimento de Rio Grande da Serra.

O painel também conta com uma frase de Celso Daniel: “Resgatar a capacidade de criar a dignidade como ser humano é uma tarefa de todos nós”.

“O poder da arte em transformar as pessoas é maior do que a gente imagina”, afirma Amadasi. “O painel foi criado coletivamente, mas cada um desenvolveu sua parte de maneira individual. Coletivamente é o respeito pela individualidade” diz o escultor.

trecho do texto de Everaldo Fioravante

Consulte Painel de artistas pela paz -Diário do Grande ABC, 18 de dezembro de 2002

<< Voltar