Coletiva de artistas latinos "celebra" 512 anos da américa

Atitude em Ricardo Amadasi e Gustavo Pavel Egüez

Terra Brava – informativo Latino Americano -da redação

No dia 12 de outubro, a América completa 512 anos de seu descobrimento pelos europeus, data que é comemorada pela maioria dos paises da América Latina. 512 anos = por uma América em (des) contexto , no Instituto Cervantes, de São Paulo, trabalha numa via de mão dupla entre aquilo que é a realidade latina e aquilo que é interpretação do viver e pensar o continente como sítio de contradições inerentes ao próprio homem contemporâneo.

O escultor argentino radicado no Brasil, Ricardo Amadasi e o muralista Gustavo Pavel Égüez, não hesitaram em participar do projeto 512 anos. Ambos são artistas que se manifestam também como integrantes de movimentos pela liberdade e direitos humanos de nosso continente.

Com reconhecimento internacional, os artistas não se intimidaram em contribuir com a exposição coletiva com os outros mais jovens e desconhecidos. Com trabalhos distintos, a confluência de suas linhas se dá pela atitude frente, tanto à arte, quanto a política, permitindo que o desenvolvimento plástico esteja conectado diretamente ao “usador” de suas criações. Juntos pela primeira vez, numa postura de artistas abertos, eles entregam suas obras e atitudes a todos.

trecho do texto de Terra Brava

Consulte Terra Brava – informativo Latino Americano, outubro de 2004

<< Voltar