Ricardo Amadasi na Mostra "4 décadas" na nova André

Escultor radicado em Riacho Grande figura ao lado de artista como Portinari e Volpi

Everaldo Fioravante - Jornalista

A galeria André, em São Paulo , cresceu e mudou de nome. Batizada agora de Nova André Galeria, apresenta até 24 de dezembro à mostra 4 décadas na recém - ampliada unidade da rua dos Estados Unidos - que conta agora com mais de 1,5m² de espaço expositivo.

O evento guarda uma relação com o Grande ABC. O artista Ricardo Amadasi, 52 anos, argentino radicado no Riacho Grande há cerca de 12 anos, tem duas esculturas em bronze em exibição, ambas produzidas em 2000: Homenagem a Dalí e Garota do Orelhão , esta já vendida. “A exposição está maravilhosa. Estou satisfeito por ter sido contemplado e estar entre esses grandes mestres”, disse o artista. Amadasi, que é assessor de artes plásticas da Prefeitura de Diadema, trabalha atualmente para uma exposição que será realizada em março no Centro Cultural da cidade, sob a temática Poética Social.

Assim como na maioria das composições da mostra, transporte de café e Colheita de Café , painéis em óleo sobre madeira de Portinari, estão à venda.

Trecho do texto de Everaldo Fioravante

Consulte Ricardo Amadasi na mostra “4 Décadas” na Nova André - Diário do Grande ABC, 5 de dezembro de 2001

<< Voltar