Arte Popular tem endereço

Diadema presenteia região com museu inédito

Dojival Filho - Jornalista

Diadema ganha amanhã o MAP (Museu de Arte Popular), o primeiro do gênero do Grande ABC. A iniciativa é resultado da parceira entre a Prefeitura e o Governo Federal, que promove o projeto Redes de Pontos de Cultura.

A inauguração do MAP (Museu de Arte Popular) representa a concretização de um ideal do coordenador técnico do espaço cultural, o escultor Ricardo Amadasi. Nascido na Argentina e radicado no País há 33 anos, ele é um apaixonado pelas manifestações artísticas do povo brasileiro.

Essa devoção fez com que Amadasi - que também é assessor de Artes Plásticas da Secretaria de Cultura de Diadema - inscreve-se a cidade no projeto Redes de Pontos de Cultura, promovido pelo Governo Federal.

“É um sonho que ganhou uma forma definitiva. Há 30 anos, fiquei impressionado com a cultura popular do Brasil, que considero uma das mais criativas do planeta. O museu tem importância não somente para Diadema, mas para o Grande ABC”.

O acervo é composto por doações e trabalhos, especialmente produzidos para o MAP. “Esse acervo também será itinerante e irá percorrer centros culturais, museus e escola do município”, destaca Amadasi.

Quem for ao MAP (Museu de Arte Popular) que será inaugurado amanhã, as 19h em Diadema, poderá conhecer obras importantes de artistas que souberam traduzir o imaginário do povo. Entre os principais nomes estão Waldomiro de Deus, Jerônimo Soares, Valdeck de Garanhuns, Waldeci de Deus, Cícero Lourenço, Climério Cordeiro e Conceição Silva.

O coordenador técnico do museu, Ricardo Amadasi, destaca ainda o trabalho do xilogravurista José Francisco Borges, conhecido como J. Borges. Nascido em Bezerros, uma pacata cidade do interior de Pernambuco, o artista se inspira nas paisagens de sua terra. “Fui pessoalmente à oficina dele, que está expondo 60 obras de xilogravura popular no museu”, contou Amadasi.

Trecho do texto do Dojival Filho

Consulte Arte Popular tem endereço - Diário do Grande ABC, 27 de outubro de 2007

<< Voltar